Tutu: ‘governo sul-africano age como na época do apartheid’

Presidente Jacob Zuma nega, pela segunda vez, o visto ao Dalai Lama, que havia sido convidado para celebrar o aniversário de 80 anos de Tutu

O atual governo sul-africano agiu pior do que o governo do tempo do apartheid, comentou nesta terça-feira o Prêmio Nobel da Paz, Desmond Tutu. Ele se referia à negativa das autoridades em conceder um visto ao Dalai Lama, obrigando o líder espiritual dos tibetanos a cancelar sua viagem ao país.

“Nosso governo é pior do que o do apartheid porque só se espera uma coisa assim do governo do apartheid”, declarou Tutu, que havia convidado o Dalai Lama para fazer um discurso na celebração de seu aniversário de 80 anos, na sexta-feira. O guru também iria participar da conferência inaugural do evento “Desmond Tutu pela paz”, no sábado, na Cidade do Cabo, que celebrará o aniversário do arcebispo emérito.

O Dalai Lama visitou a África do Sul em 1996, quando foi recebido pelo então presidente Nelson Mandela. Mas não conseguiu retornar desde que Jacob Zuma foi eleito presidente. O chefe de estado já se negou a autorizar seu visto em 2009 e em 2011 para satisfazer à China, interlocutor econômico e diplomático importante da África do Sul.

(Com agência France-Presse)