Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tsvangirai deixa prisão e retoma campanha

O líder oposicionista Morgan Tsvangirai, candidato à presidência do Zimbábue, voltou nesta quinta-feira a fazer campanha para o segundo turno das eleições no país. Na quarta, Tsvangirai foi detido junto de outros membros de seu partido. Ele passou nove horas na delegacia, sob alegação de que o motorista de sua BMW não estava autorizado a dirigir. Segundo a policia, a prisão ocorreu para que “os registros do veículo fossem conferidos”. O partido Movimento Mudança Democrática (MDC), do qual Tvangirai faz parte, classificou a detenção de “afronta à democracia”.

Os membros do MDC acreditam que a prisão foi uma forma de intimidá-lo. Em comunicado, Tsvangirai disse que as horas que passou na delegacia depois de ter sido preso enquanto fazia campanha são uma prova do quanto o presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, está preparado “para roubar” o segundo turno da eleição. O líder da oposição também disse que não vai desistir até proporcionar um novo começo e restaurar a dignidade da população do Zimbábue. O retorno de Tsvangirai acontece a apenas três semanas das eleições, marcadas para o dia 27.