Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump vota em NY e enfrenta protesto de ‘peladonas’

O republicano deixou o voto para si mesmo na Public School 59 e não falou com a imprensa

Horas após a democrata Hillary Clinton votar, foi a vez do candidato republicano Donald Trump ir às urnas para deixar seu voto, na Public School 59, em Nova York. Ao lado da esposa, Melania, o magnata votou rapidamente e cumprimentou duas crianças que estavam dentro da seção eleitoral. Trump decidiu não se pronunciar à imprensa e foi recebido por vaias e aplausos no local.

Trump ainda mostra sinais de que poderá não aceitar o resultado das eleições se não vencer. Em uma coletiva com jornalistas, o magnata foi perguntado sobre qual seria a sua posição caso perdesse nesta terça. “Nós veremos o que acontece”, respondeu o empresário de maneira evasiva. No último mês, ele fez várias declarações que, de maneira implícita ou explícita, deram a entender que as eleições só seriam respeitadas se ele fosse o grande vencedor. O republicano também já se queixou de que poderá haver uma fraude de votos e que a imprensa está tramando contra ele.

Algumas horas antes da chegada de Trump, pela manhã, duas mulheres sem blusa foram até a seção eleitoral do republicano para protestar contra a sua candidatura. Elas foram retiradas por agentes do serviço secreto e pela polícia local e não chegaram a ter contato com o magnata.

Nesta terça, pesquisas dão a liderança a Hillary, por aproximadamente 2,7 pontos porcentuais na corrida eleitoral, embora a dinâmica dos últimos dez dias de campanha tenha sido favorável a Trump. Em uma enquete realizada pela rede CBS e divulgada nesta segunda-feira, a vantagem de Hillary é de quatro pontos (45% contra 41%). Um modelo matemático de projeção elaborado pela rede de televisão NBC indica que Hillary Clinton já teria assegurado pelo menos 274 votos no colégio eleitoral, quatro a mais do que os necessários para selar sua vitória.

Especiais
Conheça as principais propostas dos candidatos
Videográfico explica o complexo processo eleitoral americano

O site especializado FiveThirtyEight, do estatístico-celebridade Nate Silver, atribui a Hillary Clinton probabilidade de 71,4% de ganhar as eleições, contra 28,6% de Trump. Já o RealClearPolitics, que faz a média de diferentes pesquisas nacionais, indica Hillary com 46,8% e Trump com 43,6% da preferência do eleitorado. O prognóstico do jornal The New York Times, que pondera diferentes pesquisas e leva em conta o voto nos colégios eleitorais, informa que a democrata tem 85% de chances de vencer, contra 15% do republicano.

(Com ANSA)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fred Mancila

    As “Peladonas” devem ser as vitimas da politica socialista dos “Democratas”…perderam o emprego, a casa e agora, as roupas. Um dos “democratas” que consolidou a perda das roupas das “peladonas”, foi, ironicamente, o marido de Hillary…o socialista Bill.

    Curtir

  2. Trump, go Go GO!

    Curtir

  3. Vai cair uma bomba no mundo na madrugada desta quarta feira!!

    Curtir

  4. Marcos Acker Monteiro

    Duas coisas: As discrepâncias entre as estatísticas, tão grandes, já indicam a falsidade e armação em sima de Trump e de uma maneira nem sequer sutil para disfarçar a desonestidade. E a esquerda ou os para-esquerdistas (esquerdistas tipo visão do mundo à la americana, mostra que seu pendor é, além da mentira, violência e hipocrisia, também para extrema vulgaridade.

    Curtir