Trump tem ‘conduta de predador sexual’, diz Michelle Obama

A primeira-dama dos Estados Unidos atacou o magnata por seus comentários machistas, durante um discurso emocionado no comício de Hillary Clinton

A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, voltou a atacar o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, por seus comentários ofensivos contra as mulheres. Nessa quinta-feira, Michelle falou em um evento de campanha de Hillary Clinton, em New Hampshire, enquanto o magnata se defendia das acusações em seu próprio comício, na Flórida, culpando a rival democrata por “inventar” relatos de abuso.

“Isto não é normal, não é política usual. É vergonhoso. É intolerável. Não importa a qual partido você pertença – Democrata, Republicano, independente -, nenhuma mulher merece ser tratada desta forma. Nenhuma de nós merece esse tipo de abuso”, disse Michelle, emocionada. “Isto não foi uma conversa de vestiário. Foi um indivíduo poderoso, falando livre e abertamente sobre uma conduta de predador sexual”, acrescentou.

Desde o início da corrida eleitoral, a mulher do presidente Barack Obama tem sido uma das estrelas da campanha de Clinton, com mais destaque do que seu próprio marido. Na convenção democrata, Michelle foi ovacionada ao fazer um discurso sobre sua trajetória como negra nos Estados Unidos, visto como um dos mais marcantes do evento. Desta vez, atacou Trump com uma mensagem sobre machismo e abuso sexual.

“Eu ouvi isso e sinto tão pessoalmente”, disse Michelle sobre uma gravação de Trump, de 2005, onde conta como usava seu status de celebridade para abusar de mulheres. “Os comentários vergonhosos sobre os nossos corpos. O desrespeito por nossas ambições e intelecto. A crença de que você pode fazer o que quiser com uma mulher. Isso é cruel, é assustador e a verdade é que machuca”, afirmou a primeira-dama.

Vídeo: assista parte do discurso de Michelle Obama (em inglês)

“Falsas manchas”

Desde a divulgação do áudio pelo jornal Washington Post, no sábado, pelo menos seis mulheres acusaram Trump publicamente de agarrá-las sem consentimento e beijá-las à força. Falando a seus apoiadores na quinta-feira, durante o comício Palm Beach, o republicano negou todas as acusações e acusou Clinton e a imprensa americana de conspirarem contra a sua vitória. “Essas alegações são todas fabricadas. Elas são pura ficção e são ‘falsas manchas’. Esses eventos nunca aconteceram”, insistiu.

(Com AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Joel Carvalho

    Michelle, sua tresloucada tampada, parcial, idiota útil! E a candidata de seu partido, a Hilary, que atacava as mulheres “vítimas”(as estagiárias) do próprio esposo(Bill Clinton) na Casa Branca?
    É mesmo uma nojenta esquerdopata! Impressionante como a esquerda é asquerosa em suas táticas em qualquer lugar do mundo!

    Curtir

  2. marcos mouta

    Joel está muito bem em sua delinquência intelectual e raciocinio asnal……….vá estudar rapaz!….dizer que a Hilary atacava estagiárias é ter qi de ameba

    Curtir

  3. No fundo sra Michele todo macho é um predador e elas adoooooooooooram.

    Curtir

  4. derli brites sandim (Republicano)

    Acho que a michelle obama esta querendo cair nas garras desse predador.

    Curtir

  5. Gilson Topfstedt

    Nao querendo defender “Tubarao Americano”, mas essa turminha do Obama e Hillary Clinton sao os maiores predadores do mundo Ocidental. Sao pelo aborto, contra valores Cristaos tradicionais, pelo cerceamento da liberdade e pela guerra. A Michele está fazendo bem o seu papel de mulher de bandido.

    Curtir

  6. esses democratas são bem parecido com o antigo PT sempre usando a cor da pele,sexo ou classe social pra sair por cima

    Curtir