Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump: 100 dias de turbulência

Presidente americano fecha seu primeiro trimestre com a pior avaliação em todos os tempos

Nos primeiros três meses de seu mandato, em 1933, Franklyn Roosevelt aprovou quinze leis no Congresso, inaugurando assim a tradição de fazer uma avaliação geral de todos os presidentes dos Estados Unidos ao cabo de 100 dias no cargo. John F. Kennedy destacou um assessor para escrever um texto comparando sua estreia com a de todos os antecessores. Richard Nixon criou um grupo especial para mostrá-lo como um chefe atuante nesse período inicial.

“Desde Roosevelt, todos se preocuparam com a questão dos 100 dias, ainda que na prática isso não importe”, diz o historiador David Greenberg, da Universidade Rutgers, em Nova Jersey. Donald Trump, embora dizendo que não estava nem aí para os primeiros 100 dias, fez de tudo para ficar bem na foto.

Nas últimas duas semanas, ele gastou a caneta em propostas de lei e os polegares em tuítes na tentativa de acelerar o cumprimento das promessas de campanha. Convidou os senadores para falar sobre a Coreia do Norte na Casa Branca, propôs mudanças na cobrança de impostos e tentou uma nova investida no Congresso contra o sistema de saúde criado por Barack Obama. Sem esperar o marco dos 100 dias, em 29 de abril, ele próprio já se avaliou. “Fiz muito. Fiz mais que qualquer outro presidente em seus primeiros 100 dias”, disse. Em uma balanço de seus suas promessas de campanha, disse: “Estou quase lá na maioria dos itens”.

Festejar sucessos mesmo coberto de derrotas é uma estratégia que Trump trouxe do mundo dos negócios. Mas será que ele tem razão? Reportagem desta semana em VEJA avalia como foram os 100 primeiros dias do presidente, suas vitórias e derrotas.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Odilon Moreira

    só há uma palavra para descrever este sujeito de cabelo laranja : Tarado .

    Curtir

  2. Tatiana Costantinni Cohen

    Odilon,sociopata descreve melhor.

    Curtir