Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tragédia em Londres: o que sabemos até agora

A capital da Inglaterra foi abalada por três incidentes. Há relatos de homens mascarados esfaqueando as pessoas e pelo menos duas pessoas teriam morrido

Três incidentes – palavra usada pelas autoridades de segurança – abalaram Londres no início da noite deste sábado. O primeiro a ser noticiado pelas agências internacionais de notícias foi o atropelamento de pedestres na London Bridge neste sábado. Uma van, de acordo com relatos de testemunhas, acelerou sobre as pessoas. Segundo a rede britânica BBC, a polícia está no local e a ponte – um dos pontos turísticos mais populares da capital inglesa – está fechada. Poucos minutos depois, a polícia local informou, em sua conta no twitter, outro fato ocorrido na área do Borough Market, que uma espécie de centro de produtos alimentícios e lazer, também muito frequentado por turistas. O terceiro fato acontece no bairro de Vauxhall, sul da cidade, onde um homem foi preso. A polícia ainda está na região que abrange esses três pontos e confirmou a morte de duas pessoas – não se sabe onde elas estavam. 

O que sabemos até o momento:

  • A polícia de Londres está respondendo ao chamado de três incidentes na cidade – sendo dois ataques terroristas
  • Pelo menos 20 pessoas foram feridas. Elas foram encaminhados a seis hospitais na capital inglesa
  • Eles aconteceram na London Bridge, no Borough Market (que fica bem próximo à ponte) e na região de Vauxhall, onde está localizado o MI6, o serviço britânico de inteligência
  • O primeiro incidente se deu quando uma van a 80 quilômetros por hora atingiu um grupo de pessoas na London Bridge
  • Testemunhas dizem que a van subiu na calçada e foram ouvidos tiros no local
  • O segundo incidente ocorreu em Bourough Market, onde pessoas foram esfaqueadas aleatoriamente por homens trajando máscaras
  • Há duas pessoas mortas nos incidentes – não se sabe onde as vítimas estavam
  • O terceiro incidente se deu em Vauxhall. E a polícia descartou ligação com os atos terroristas da London Bridge e do Borough Market
  • A polícia londrina está pedindo para as pessoas evitarem esses locais
  • Pelas redes sociais, os moradores de Londres estão oferecendo refeição e leitos para que os moradores das regiões afetadas – e que foram interditadas pela polícia – possam descansar
  • A Primeira Ministra Theresa May está sendo informada de todas as operações da polícia
  • Pelo Twitter, Donald Trump pede medidas duras contra os imigrantes
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Hugo Desmascarador

    Parabéns esquerdistas e jornalistas que vivem numa bolha do politicamente correto. Na conta de vocês que chamam os anti-imigrantes de preconceituosos!!! Mas é só esquecer né? Afinal não foi com a família de vocês……

    Curtir