Suu Kyi se reunirá com o presidente de Mianmar

Líder da oposição no país volta a se encontrar com o chefe da nação

A líder da oposição de Mianmar Aung San Suu Kyi, eleita deputada nas recentes eleições parciais, irá nesta quarta-feira a Naypyidaw para reunir-se com o presidente do país, Thein Sein, anunciaram fontes do governo e de seu partido, a Liga Nacional pela Democracia (LND).

“Será um encontro privado”, afirmou um dirigente governamental, sem dar mais detalhes. Será a segunda vez que Thein Sein, um ex-general convertido há um ano em presidente do novo regime reformador, se encontra com Suu Kyi desde que ocupa o cargo.

Em agosto de 2011,o presidente convidou a “Dama de Yangun” em Naypyidaw para um encontro considerado pelos analistas como chave para permitir a volta da opositora ao cenário político do país, depois de 15 anos de prisão domiciliar.

Este segundo encontro acontece depois da celebração de eleições parciais, que o Ocidente classificou de livres e justas, o que poderá dar lugar a um início da retirada das sanções americanas e europeias impostas ao antigo regime militar.

A Prêmio Nobel da Paz, deputada pelo distrito rural de Kawhmu, perto de Yangun, ocupará pela primeira vez uma cadeira na câmara baixa do parlamento em 23 de abril. A LND conquistou 43 das 44 cadeiras a que aspirava nas eleições parciais de 1º de abril e se converteu na primeira força de oposição do país, um ano e meio depois das controvertidas eleições de novembro de 2010, as quais boicotou.

(Com agência AFP)