Supertufão Meranti deixa 14 mortos na China e em Taiwan

Meranti foi o Tufão mais forte registrado neste ano. Cerca de 331 mil pessoas tiveram que ser realojadas na provincia de Fujian, China

O supertufão Meranti, já rebaixado para tempestade tropical, causou pelo menos quatorze mortes e deixou outros tantos desaparecidos em sua passagem pela China e  Taiwan.

Meranti, o tufão mais forte este ano do mundo, chegou a Xiamen, na Província de Fujian, China, na madrugada da última quinta-feira, provocando destroços durante sua passagem pela região.

Em Fujian, pelo menos sete pessoas morreram devido ao tufão; outras seis faleceram na vizinha Zhejiang e uma mais em Taiwan, por onde passou o tufão antes de chegar na China

Quatorze pessoas continuam desaparecidas na China e mais de cinquenta ficaram feridas em Taiwan. Cerca de 331 mil pessoas tiveram que ser realojadas em Fujian, onde as autoridades calculam perdas econômicas diretas de US$ 249 milhões.

Taiwan, ainda sem se recuperar totalmente do impacto de Meranti, se prepara para a chegada de outro tufão, o Malakas, provavelmente neste sábado.

A agência meteorológica de Taiwan emitiu alertas terrestres e aéreas pela aproximação do Malakas na sexta-feira, advertindo que o tufão – de menor força que Meranti – gera ventos de 180 km/h.

(Com EFE)