Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Seul e EUA simulam ataque contra a Coreia do Norte

A Coreia do Norte realizou cinco testes de mísseis de médio alcance nos últimos dois meses

Forças especiais de combate da Coreia do Sul e dos Estados Unidos realizaram um exercício em conjunto onde ensaiaram “ataques cirúrgicos” contra instalações nucleares e de mísseis da Coreia do Norte, segundo informou nesta quinta-feira o governo sul-coreano. Durante a operação, denominada Teak Knife, os aliados testaram a entrada de suas forças especiais na Coreia do Norte por via aérea caso aconteça um conflito na península, segundo confirmou à agência Yonhap, o comando das Forças Armadas do país.

As forças aéreas americanas e o Grupo de Operações Especiais do Exército sul-coreano conduziram esta manobra coordenada de ataque contra alvos inimigos desde a base militar de Gunsan, cerca de 270 quilômetros do Sul de Seul, em uma data que não foi divulgada.

Leia também
Brasileiros que vivem nos EUA sofrem calote de agência financeira
Satã 2: a nova arma militar da Rússia
Garota afegã imortalizada por revista é presa no Paquistão

Os dois aliados realizam este teste de forma regular desde os anos 1990, embora raramente seja divulgado. Neste momento, as forças de defesa optaram pelo anúncio por causa da recente intensificação dos testes nucleares e de mísseis de Pyongyang.

A Coreia do Norte realizou cinco testes de mísseis de médio alcance nos últimos dois meses, completando o quinto teste nuclear, no mês passado, mostrando que o regime de Kim Jong-un esteja acelerando suas tentativas para demonstrar ao mundo que pode obter um míssil nuclear.

(Com agência EFE)