Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Saúde de Mandela piorou nos últimos dois dias, diz governo

Líder da África do Sul está internado em estado crítico em hospital de Pretória

O estado de saúde do líder sul-africano Nelson Mandela, de 94 anos, ‘piorou nas últimas 48 horas’, declarou nesta quinta-feira o porta-voz da Presidência, Mac Maharaj. O ícone da luta contra o apartheid está internado em estado crítico em um hospital de Pretória desde o início do mês por causa de problemas respiratórios.

A notícia do agravamento de seu quadro clínico acontece um dia depois que o atual presidente da África do Sul, Jacob Zuma, cancelou uma viagem a Moçambique para acompanhar de perto a situação do herói nacional. Também na quarta-feira, uma fonte que acompanha a internação de Mandela confirmou para a CNN que o ex-presidente respira com a ajuda de aparelhos.

Despedida – Enquanto isso, centenas de sul-africanos deixam cartazes, balões e flores do lado de fora do hospital em Pretória para desejar pela recuperação de Mandela e prestar homenagens emocionadas ao ativista. Diante da gravidade do estado de saúde dele, no entanto, muitos já mostram sinais de resignação e se preparam para o momento da despedida. “Vamos ficar tristes quando ele se for, mas ao mesmo tempo nós celebraremos sua vida. Ele fez muitas coisas boas para este país”, disse John Ndlovu, um dos sul-africanos que passou pelo local, para a agência Reuters.

Jornais da África do Sul indicaram nesta quinta-feira que a família de Mandela já prepara os detalhes do funeral do ex-presidente. Segundo o periódico City Press, o clã Mandela teria pedido permissão para exumar os três filhos do líder já falecidos, sepultados no vilarejo de Mvezo, local de nascimento do sul-africano. A intenção da família seria enterrar Mandela e os filhos na aldeia de Qunu, onde o Prêmio Nobel da Paz passou a infância.

(Com agência EFE)