São Paulo terá manifestação pró-Trump e contra ‘Dilma Americana’

Cerca de 500 pessoas confirmaram presença na página do evento no Facebook

O grupo Juntos pelo Brasil organizou uma manifestação em São Paulo para apoiar o candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump.

“O Trump representa o nacionalismo e o patriotismo de fato. Ele vem para resgatar o capitalismo e para brecar os ideais socialistas e comunistas defendidos pelos democratas”, disse Dennis Heiderich, fundador do movimento Juntos pelo Brasil, ao site HuffPost Brasil. 

Na página do evento no Facebook, cerca de 500 pessoas confirmaram presença na Avenida Paulista no próximo dia 29 para apoiar “os irmãos conservadores americanos” e mostrar que não querem “ver a Dilma Americana na Presidência”, em referência à candidata democrata Hillary Clinton.

Os organizadores do evento, que conta também com a participação dos movimentos Direita São Paulo e Crítica Nacional, pedem que os manifestantes compareçam vestindo roupas nas cores da bandeira americana (branco, azul e vermelho) e levem bandeiras e cartazes com a logomarca da campanha do magnata.

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Antonio Carlos Dos Santos

    O Trump afirmou com todas as letras que não suporta os latinos e quer até construir um muro para evitar a entrada dos mesmos pelo México e tem uns 500 babacas brasileiros que pensam que latinos são somente aqueles que falam o castelhano! São um bando de imbecis querendo apoiar um imbecil maior!

    Curtir

  2. E quando achamos que já vimos de tudo… E isso porque a gente já não tem um monte de problemas aqui para protestarmos!

    Curtir

  3. Rosana Velluto

    FORA HILLARY ESSA É A DILMA NOS ESTADOS UNIDOS GO TRUMP

    Curtir

  4. Rosana Velluto

    FORA HILLARY ESSA É OUTRA COMUNISTA EM FRENTE TRUMP POR UM PAÍS MELHOR

    Curtir

  5. Ronaldo Junior

    Brasileiros querendo ser igual aos eua, só lamento

    Curtir

  6. Lago Gonçalves

    Só uma observação: POR QUE A VEJA sequer toca no assunto de MONICA LEVINSKY, estagiária de Bill Clinton com a qual teve relações sexuais na mesa da presidência dos Estados Unidos. Além deste fato ESCANDALOSO SER ESCANDALOSAMENTE OMITIDO tendenciosamente pela imprensa tanto americana quanto brasileira, os Clintons tem uma séria de ações altamente suspeitas, nada éticas, e estão no mesmo nivel de Trump ou até pior, pois são MENTIROSOS CONTUMAZES como os petralhas que quebraram o Brasil.

    Curtir

  7. Gian M. Bass

    Ótima notícia, tem meu apoio!!!…..
    #TrumpPresidente!!!

    Curtir