Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rússia exibe arsenal militar e pede coalizão contra o terrorismo

Durante celebração do Dia da Vitória, presidente Vladimir Putin fez apelo por cooperação entre países, mas afirmou que pode vencer qualquer agressor

O presidente Vladimir Putin pediu nesta terça-feira, dia em que a Rússia celebra o 72º aniversário do fim da II Guerra Mundial, que o mundo se una para combater o terrorismo.

O chefe do Kremlin discursou na Praça Vermelha, em Moscou, durante o tradicional desfile do Dia da Vitória, que marca a data da capitulação da Alemanha nazista, em 1945.  Putin disse de que seu país está disposto a cooperar com uma “luta efetiva contra o terrorismo, o extremismo, o neonazismo e outras ameaças”. No entanto, destacou que a Rússia pode vencer qualquer agressor e defendeu o fortalecimento das forças armadas.

 

A tradicional exibição de seu poderio militar contou com o desfile de 10.000 soldados e uma centena de máquinas bélicas.  Pela primeira vez, os sistemas antiaéreos do Ártico Tor-M2DT e Pantsir-AS participaram do desfile, aberto pelos carros de combate T-34-85. Os sistemas de mísseis balísticos Yars fecharam a marcha.

O mau tempo, no entanto, obrigou o Ministério da Defesa a cancelar um dos momentos mais esperados da festa, a exibição aérea que fecha a celebração.

(com agências internacionais)