Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Republicanos realizam primárias em NY e outros 4 estados

Dependendo dos resultados, Mitt Romney pode ser confirmado como o candidato do partido para enfrentar Obama em novembro

O Partido Republicano realiza nesta terça-feira as primárias nos estados de Nova York, Pensilvânia, Rhode Island, Connecticut e Delaware. Serão as primeiras depois que o ex-senador Rick Santorum abandonou a disputa – ele estava em segundo lugar. Desde então, ex-governador de Massachusetts Mitt Romney se impôs como o nome do partido para enfrentar Obama nas eleições de novembro, apesar da resistência da ala mais conservadora.

As pesquisas eleitorias nacionais mostram que, apesar da falta de unanimidade no partido, Romney tem condições de enfrentar Obama de igual para igual. No levantamento mais recente, os dois estavam tecnicamente empatados.

Depois de uma série de derrotas e apenas duas vitórias (na Carolina do Sul e na Georgia), o ex-presidente da Câmara Newt Gingrich sabe que suas chances são mínimas. Ele se mantém firme na disputa, especialmente porque acredita que possa fazer diferença nos estados que rendem o maior número de delegados por serem mais populosos, como em Nova York, no Texas e na Califórnia.

Persistência – Gingrich prometeu permanecer na disputa até a convenção do partido no fim de agosto. Sua eventual desistência abriria o caminho para que Romney seja consagrado o candidato republicano para presidente. O outro pré-candidato remanescente na disputa é o libertário Ron Paul, deputado do Texas.

Há grandes chances de que esta terça-feira seja a parada final da turbulenta corrida republicana. Gingrich chegou a admitir à NBC News que vai reavaliar a sua candidatura dependendo dos resultados que obtiver em Delaware, um dos cinco estados do nordeste americano a realizar primárias nesta terça-feira e aquele onde Gingrich fez sua maior campanha.

Os comentários foram feitos enquanto Romney visitava o estado de New Hampshire, preparando-se para o que os assessores do ex-governador de Massachusetts consideram o seu primeiro discurso de campanha na eleição geral contra o presidente Obama. Endividada, a campanha de Gingrich programou eventos nesta semana na Carolina do Norte, cujas primárias ocorrem no dia 8 de maio.

Favorito – Romney conquistou três importantes vitórias nas últimas prévias realizadas no início de abril e já soma mais da metade dos delegados necessários para garantir a indicação. As primárias aconteceram nos estados de Wisconsin, Maryland e no distrito de Columbia, onde fica a capital, Washington.

Das 37 prévias realizadas, o ex-governador de Massachusetts venceu 25. Dos 1.144 delegados necessários para oficializar a candidatura, Romney já soma 698. Santorum ocupa um distante segundo lugar, com 260, de acordo com levantamento do New York Times. Gingrich soma 137.

O êxito em Winsconsin, um estado com forte presença do movimento conservador Tea Party, foi particularmente importante para Romney, que vem apresentando grandes dificuldades em convencer a base do partido de seu conservadorismo. Nessa primária, o empresário conquistou 43% dos votos, contra 38% de Santorum. Ron Paul teve 12% e Gingrich foi o último, com 6%.

Nas outras prévias, em estados que são redutos da ala moderada do partido, a vitória foi mais tranquila. Romney levou Maryland com 49% da preferência e o distrito de Columbia, com impressionantes 70%. Após a confirmação dos três triunfos, Romney manteve a estratégia de já se comportar como o candidato do Partido Republicano e ignorou seus adversários internos, concentrando o seu discurso em ataques ao atual presidente.

Enquanto o presidente americano se esforça em projetar uma imagem de “protetor da classe média”, Romney, por sua vez, ganha fôlego na disputa com o argumento de que pode melhorar a economia do país. As conclusões fazem parte de uma pesquisa do Wall Street Journal/NBC News a respeito dos pontos fortes dos candidatos divulgada no último dia 19 de abril.