Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ratko Mladic saiu de hospital e está em uma prisão comum

Contudo, ex-general do Exército sérvio ainda não teve contato com detentos

O ex-general do Exército sérvio na Bósnia Ratko Mladic foi transferido de um hospital penitenciário, na Holanda, para uma prisão comum, afirmou uma fonte de Haia à agência de notícias Reuters nesta terça-feira. Ele havia sido hospitalizado para passar por exames médicos, após sua extradição de Belgrado para ser julgado por crimes de guerra no Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII).

Na primeira audiência do julgamento, na semana passada, a defesa do ex-general argumentou à Corte que seu cliente era um homem doente e não estava em condições físicas para ser preso. As alegações, contudo, mão impediram que ele fosse transferido à prisão comum nesta terça. Ainda assim, o ex-militar não teve contato com outros detentos.

Mladic perdeu os movimentos de uma mão devido a um acidente vascular cerebral sofrido anos atrás, mas continua com suas funções mentais.

Histórico – O ex-general responde ao Tribunal de Haia por acusações de genocídio pelo massacre de Srebrenica, ocorrido em 1995, quando 8.000 muçulmanos morreram, e pelo cerco de 43 meses a Sarajevo.

Mladic, de 69 anos, foi preso em um vilarejo sérvio em 26 de maio após 16 anos de fuga. Na maior parte do tempo, ele conseguiu viver discretamente e em segurança em Belgrado, confiando em simpatizantes leais que o consideram herói da guerra da Bósnia.

(Com agência Reuters)