Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ranking aponta as melhores cidades para se viver

Lista foi elaborada com base em dados de áreas como saúde, educação e segurança. Melbourne lidera há quatro anos. Damasco amarga lanterna

Nem Nova York nem Paris. Pelo quarto ano consecutivo, a cidade australiana de Melbourne foi eleita a de melhor qualidade de vida do mundo no ranking elaborado pela Economist Intelligence Unit, consultoria ligada à revista britânica The Economist. Os organizadores destacam que as cidades mais bem avaliadas tendem a ser as de médio porte, em países mais ricos e com uma densidade populacional relativamente baixa.

“Centros de negócios globais tendem a ser vítimas de seu próprio sucesso”, afirmam os organizadores, citando o prestígio de localidades como Nova York, Londres, Paris e Tóquio que, no entanto, sofrem com criminalidade, problemas de trânsito e transporte público. “A questão é saber o quanto salários, custo de vida e gosto pessoal por uma localidade podem compensar fatores de habitabilidade”.

A análise leva em conta trinta fatores em cinco áreas: estabilidade (números relacionados a crimes), infraestrutura, educação, saúde e meio ambiente. No total, 140 municípios são avaliados. Confira as dez cidades mais bem posicionadas e as dez que amargam as piores colocações no ranking:

Leia também:

Dez golpes que os turistas devem tentar evitar

Conheça mais dez golpes comuns contra turistas

Lista: dez pontos turísticos superlotados

Os países mais (e os menos) visitados do mundo