Quem é Emmanuel Macron, o rival de Marine Le Pen na França

Ex-ministro do governo socialista, mas que prega economia aberta, é ameaça para a candidata da direita populista

A aversão à globalização que esteve por trás do Brexit e da vitória de Donald Trump, nos Estados Unidos, fortaleceu a candidatura presidencial de Marine Le Pen, da Frente Nacional, na França. Com o perfil da direita populista, ela é a opção de um em cada quatro franceses para as eleições de 23 de abril. Os sinais eram de que enfrentaria uma versão atenuada de si mesma no segundo turno: François Fillon, do partido Os Republicanos. Há duas semanas, porém, um escândalo de nepotismo derrubou a reputação de Fillon e deu espaço para Emmanuel Macron, do movimento Em Marcha. Sua tática é se colocar no centro político e tentar falar com todos, tanto à direita quanto à esquerda. Ele é aberto a receber refugiados e defende a integração de muçulmanos à cultura francesa, mas tem uma receita liberal para a economia. Sobre casamento homossexual e aborto, prefere não comentar. Em VEJA desta semana, conheça o candidato que ganha força como alternativa ao nacionalismo de Le Pen e à reputação manchada de Fillon.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Antonio Junior De Araujo Alexandre

    Mais um lixo socialista para islamizar cada vez mais a França!

    Curtir

  2. Esquerdista Escocês

    Sabemos quem voce é…Defensor dos comi$$ionados e funcionario$ publicos da França, os unicos responsáveis pelo afundamento do país e pelo fundo do poço para o qual levam toda a população.

    Curtir

  3. Mário Campos

    Candidato socialista na França não é “ameaça” para mais ninguém !
    Socialismo na França, acabou , já era !
    Os franceses estão acordando !!!

    Curtir

  4. Carlos Marques

    Parabéns para a França, com seus oito milhões de muçulmanos. O turismo já acabou. Só insanos viajam para lá.

    Curtir

  5. Ele não é socialista, apesar de ter servido aos socialistas, é um social-liberal puro sangue.

    Curtir

  6. Ataíde Jorge de Oliveira

    Ça marCHE TouT_de_MêmE
    MonSieuR
    Le PrésidENT
    MaC_RöN

    Curtir

  7. Eduardo Santos

    Infelizmente a Veja não sabe diferenciar Globalização de Globalismo… são completamente diferentes , e rotular que Trump e Le Pen são contra globalizacao é brincadeira. Dizer que a UE é livre mercado é outra afirmação que tem q ser muito melhor analisada por vocês…

    Curtir

  8. Elijah Guabiraba

    Em breve vocês terão mais um motivo para chorar, Marine Le Pen vai vencer as eleições. Pelo menos o Trump vai ter com quem dividir o noticiário do mimimi.

    Curtir