Putin ganha presidenciais russas com 90% dos votos apurados

(Atualiza os dados segundo avança a apuração)

Moscou, 5 mar (EFE).- O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, é o vencedor das eleições presidenciais do domingo com a apuração de 90,41% dos votos, segundo informou a Comissão Eleitoral Central (CEC) do país.

Putin, que exercerá o cargo de presidente russo durante os próximos seis anos, obtém a esta alturas da apuração 64,59% dos votos ou pouco mais de 39 milhões.

Desta forma, Putin, que já presidiu o Kremlin durante oito anos (2000-2008), ficaria com a vitória eleitoral no primeiro turno.

‘Vencemos em uma luta aberta e limpa’, afirmou Putin na praça moscovita do Manezh, perto do Kremlin, ao comemorar sua vitória com mais de cem mil de seus partidários.

Ao mesmo tempo que destacou que sua vitória não tinha sido ‘nenhuma surpresa’, assegurou que cumprirá com todas suas promessas eleitorais sobre aumento de salários, pensões e subsídios no valor de centenas de milhões de dólares.

Putin, de 59 anos, deve assumir o cargo em maio próximo das mãos de seu antecessor, Dmitri Medvedev, ao que proporá como chefe do Governo.

O líder do Partido Comunista da Rússia, Gennady Ziuganov, foi o segundo candidato mais votado com 17,07%, segundo os dados da CEC.

O terceiro lugar ficou com o multimilionário Mikhail Prokhorov (7,18%), considerada uma das grandes surpresas da campanha presidencial russa ao se tratar de um candidato sem experiência política.

O ultranacionalista Vladimir Jirinovski, que participou de várias votações presidenciais nos últimos 20 anos, é quarto com 6,29% dos sufrágios.

O social-democrata Sergei Mironov, antigo presidente do Senado, está em quinto e último lugar com 3,76% dos votos emitidos.

Cerca de 110 milhões de russos foram chamados às urnas em uma eleição que começou à meia-noite do domingo no extremo oriente russo e terminou 21 horas depois no enclave báltico de Kaliningrado. EFE