Putin decide não expulsar diplomatas americanos

A decisão do presidente russo vai contra conselho do ministro das Relações Exteriores do país, Sergei Lavrov

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou que “não vai expulsar” os diplomatas americanos em resposta às ações de Washington, informou o Kremlin. Segundo um comunicado, a “Rússia se reserva ao direito” de responder aos Estados Unidos, mas não pretende fazer isso como uma “diplomacia irresponsável”.

A decisão do presidente vai contra a sugestão do ministro das Relações Exteriores do país, Sergei Lavrov, que pediu formalmente que 35 diplomatas americanos na Rússia fossem expulsos do país. Na quinta-feira, o mesmo número de diplomatas russos foi expulso de instalações em solo americano, como retaliação pela suposta interferência de Moscou nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

De acordo com o jornal Washington Post, a escolha de Putin é uma forma de tentar conservar a boa relação com o presidente eleito americano Donald Trump, que tomará posse em 20 de janeiro. Para Lavrov, porém, a “reciprocidade é lei diplomática nas relações internacionais”, por isso, a expulsão de diplomatas americanos seria justificada. Na semana passada, a Casa Branca sugeriu que novas medidas contra a Rússia podem ser confirmadas até o fim da semana, como sanções econômicas e censura diplomática. Além disso, o país estaria planejando operações “secretas” cibernéticas contra os russos.

(Com ANSA)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fábio Luís Inaimo

    Sei!! E PuTrin é o Capitalista da KGB !! Tem otário pra tudo !!

    Curtir

  2. Fábio Luís Inaimo

    Oque tem muito mesmo é o povo que tem um OCO entre as orelhas achando que só existe esquerda além da linha de burrice do TrumPT !!

    Curtir

  3. Fábio Luís Inaimo

    TrumPT=PuTrin=PT; Esse é o novo comunismo!!

    Curtir

  4. Obama quer aparecer e Putin sabe disso. Assim que Trump ser Presidente, as relação entre os dois volta ao normal.

    Curtir