Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Psiquiatra alertou colegas sobre comportamento de atirador, diz TV

Psiquiatra que atendia James Holmes relatou suas impressões a colegas em um grupo de avaliação do comportamento e de análise de riscos da universidade

A psiquiatra que atendia James Holmes, o autor do massacre que matou 12 pessoas e feriu outras dezenas em um cinema de Aurora, Colorado, havia alertado os colegas sobre o comportamento dele algumas semanas antes da tragédia, relatou a KMGH-TV, um canal de televisão local.

Lynne Fenton, a psiquiatra que James Holmes consultou no início deste ano na Universidade do Colorado, em Denver, onde ele cursava um doutorado em neurociências, teria repassado suas impressões durante um grupo de avaliação do comportamento e de análise de riscos da universidade em junho. Mas essa apreciação não foi alvo de acompanhamento, pois na época em que a psiquiatra abordou o tema com o grupo, Holmes já estava deixando a instituição.

Segundo o canal de televisão, uma filial da ABC News, que cita fontes não identificadas, a Universidade do Colorado não contatou a polícia depois de receber este relatório.

Leia também:

Leia também: Saiba quem são as 12 vítimas de ataque no Colorado

Alguns acreditam que o fato de o autor do massacre ter sido reprovado num exame importante em junho teria sido o “fato detonador” para que decidisse passar à ação.

Semanas antes da tragédia, Holmes enviou um caderno à Universidade do Colorado, mas o pacote permaneceu na caixa postal do destinatário sem ser aberto. “Havia desenhos do que ele faria, desenhos e ilustrações do massacre”, afirmou uma fonte policial.

Na segunda-feira, Holmes foi acusado formalmente pela promotoria.

(Com agência France-Presse)