Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Professor preso por ameaçar com massacre em escola dos EUA

Um professor alemão foi detido depois de escrever e-mails afirmando que atacaria os estudantes da escola frequentada por seu filho, que se suicidou, informou o jornal Los Angeles Times desta quinta-feira.

A polícia encontrou os e-mails escritos por Reiner Reinscheid, um professor da Universidade da Califórnia, que estava enojado com a escola de ensino médio University High School depois que seu filho Claas Stubbe, de 14 anos, se suicidou em março após ser repreendido pelo roubo de uma loja da instituição, informou o jornal.

Nos e-mails enviados em abril a sua esposa, Reinscheid ameaçava matar o vice-diretor, disparar contra centenas de estudantes e depois queimar a escola.

“Preciso de uma arma, muitas armas”, escreveu em um e-mail enviado a ele mesmo, segundo o jornal.

“Darei a mim mesmo um bonito fim e estarei com Claas muito em breve. Gosto desse plano”, afirma.

Reinscheid foi preso no dia 24 de julho por tentar incendiar o parque perto do local onde seu filho se enforcou, mas foi libertado sob fiança. Mas depois da descoberta dos e-mails, através de análises em seu telefone celular, foi novamente preso no dia 27 de julho.

A prisão ocorre após o ataque de um jovem contra o público que assistia ao último filme do Batman, em Aurora (Colorado, oeste), que deixou 12 mortos no dia 20 de julho.