Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Príncipe das Astúrias participa de Fórum Espanha-Estados Unidos

Nova York, 22 jun (EFE).- O herdeiro da Coroa da Espanha, Felipe de Borbón, ressaltou nesta sexta-feira a determinação de seu país para superar suas atuais dificuldades econômicas e conseguir estabilidade orçamentária junto a crescimento econômico.

‘Por mais difícil que seja este momento da economia para a Espanha e o resto da União Europeia, não se pode esquecer que neste justo momento é que mais se precisa abordar sem atrasos, novos e mais ambiciosos objetivos na busca e determinação de conseguir maior estabilidade orçamentária junto a crescimento econômico’, disse Felipe de Borbón, segundo o texto do discurso distribuído.

O príncipe de Astúrias falou assim em seu discurso de abertura do XVII Fórum Espanha Estados Unidos, do qual participa junto a sua esposa, Letizia Ortiz, e no qual assinalou que a reunião ‘representa uma excelente oportunidade para transmitir uma mensagem de confidência às comunidades empresariais de ambos os países’.

O príncipe de Astúrias assinalou a esse respeito o relatório publicado recentemente pelo Conselho Empresarial para a Competitividade espanhol que examinou recentemente os níveis de solvência da economia do país ‘e previu um futuro muito promissor’, segundo o texto de seu discurso.

Essa reunião se inscreve nas atividades do Conselho Espanha Estados Unidos, uma entidade sem fins lucrativos, criada em 1997 por iniciativa da sociedade civil e com respaldo do Governo e de instituições acadêmicas de ambos os países.

Seu objetivo é promover um diálogo plural no campo econômico, financeiro, cultural, educativo, político e profissional, entre a sociedade espanhola e a americana.

O príncipe de Astúrias, que já participou da reunião do Fórum realizada em 2011 em Oviedo, comemorou ‘os estreitos laços entre Estados Unidos e Espanha’, ao mesmo tempo em que ressaltou que ‘liberdade, democracia e império da lei constituem a essência dos Estados Unidos. São princípios que compartilhamos’.

Igualmente se referiu à diversidade da imigração europeia que chegou à costa leste dos Estados Unidos através do porto de Ellis Island, próximo à cidade de Hoboken.

Felipe de Borbón se referiu às discussões do Fórum, que começará neste sábado oficialmente, para destacar que se dedicarão a áreas de interesse bilateral como as infraestruturas e o transporte.

O príncipe de Astúrias se referiu também à cooperação na região ibero-americana e a que EUA e Espanha ocupam em alguns deles ‘os primeiros lugares da classificação de investidores diretos estrangeiros’.

Felipe de Borbón considerou que assim ‘os abundantes recursos naturais latino-americanos’ podem ser traduzidos ‘em oportunidades de crescimento e desenvolvimento para suas populações e em benefícios para nossas respectivas comunidades de negócios’.

O príncipe de Astúrias ressaltou também a crescente presença do mundo hispânico na vida americana.

‘Trata-se de uma realidade crescente, que não passa despercebida e não pode ser ignorada, em um país que viu chegar os primeiros europeus, os espanhóis, às costas da Flórida há 500 anos, acontecimento que realizaremos conjuntamente em 2013’, assinalou segundo o texto de seu discurso. EFE