Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Primeiras vítimas dos atentados de Londres são identificadas

As mortes de Christine Archibald e James McMullan foram confirmadas pelas famílias

As primeiras vítimas dos atentados terroristas de Londres no último sábado já foram identificadas. A cidadã canadense Christine Archibald e o inglês James McMullan estão entre as sete pessoas que morreram no ataque, segundo suas famílias.

A família Archibald divulgou um comunicado por meio do governo canadense em que lamentou a morte de Christineque tinha se mudado para Londres para viver com seu noivo, Tyler Ferguson. A jovem de 30 anos andava pela London Bridge com Ferguson quando foi atropelada pelo carro pilotado pelos três terroristas. O noivo tentou ressuscitá-la antes da chegada dos paramédicos no local, mas eles não conseguiram salvá-la.

“Choramos a perda da nossa preciosa filha e irmã. Tinha espaço no seu coração para todos e acreditava firmemente que cada pessoa tem que ser valorizada e respeitada. Assim o demonstrou trabalhando em um refúgio para pessoas sem-teto até que se transferiu à Europa para estar com o seu noivo”, declarou a família Archibald no comunicado. “Por favor, honrem Christine fazendo da sua comunidade um lugar melhor”, completaram.

A morte de James McMullan, um empresário inglês, também foi confirmada pela família. “Esta manhã, recebemos notícias da polícia de que o cartão do banco do meu irmão foi encontrado em um dos corpos do ataque brutal de sábado à noite”, contou Melissa McMullan, irmã de James, à rede Sky News.

“Em nenhum outro lugar encontraremos uma pessoa com esse humor e uma personalidade tão única, alguém que coloca amigos e familiares acima de tudo”, disse Melissa sobre o irmão, de 32 anos. Segundo ela, James estava fumando um cigarro do lado de fora de um bar quando foi atingido pelo carro dos terroristas.

De acordo com o primeiro-ministro da França, Édouard Philippe, um cidadão francês também está entre as vítimas. Sua identidade, no entanto, ainda não foi confirmada.

No sábado, três homens atropelaram com uma van os transeuntes na famosa London Bridge, antes de descer do veículo e esfaquear várias pessoas no Borough Market, em uma área de bares e restaurantes ao redor do mercado. A polícia matou os três homens oito minutos depois de receber o primeiro alerta sobre o incidente.

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria dos atentados em um comunicado divulgado pelo Telegram. A veracidade da informação não pôde ser comprovada.

(Com EFE)