Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente argentina diz que não reconhece ‘golpe de Estado’ no Paraguai

Buenos Aires, 23 jun (EFE).- A presidente argentina, Cristina Kirchner, disse que seu país não reconhece o impeachment de Fernando Lugo da presidência do Paraguai, destituído nesta sexta-feira de seu cargo pelo Congresso, e classificou a decisão como um ‘golpe de Estado’.

‘A Argentina não apoia o golpe de Estado no Paraguai’, disse Cristina a jornalistas na sede do Executivo do país. Para a governante, o que ocorreu hoje em Assunção é ‘inaceitável’. A presidente afirmou que seu país não vai reconhecer o novo governo paraguaio, liderado pelo até então vice-presidente, Federico Franco.

‘Sem dúvida houve um golpe de Estado’, disse a governante em declarações publicadas no site da presidência argentina.

Cristina Kirchner considerou que o julgamento político realizado pelo Congresso paraguaio foi ‘um ataque direto às instituições’.

A líder afirmou que a Argentina assumirá uma postura idêntica a da presidente brasileira, Dilma Rousseff, que também condenou o impeachment, mas não revelou se irá apoiar uma possível expulsão do Paraguai do Mercosul.

‘Todos achávamos que este tipo de situação estava superada na região’, lamentou. EFE