Premiê português manda opositor “caçar pokémons”

O primeiro-ministro António Costa se irritou com uma declaração do líder da oposição conservadora, Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro português, António Costa, mandou nesta quarta-feira o líder da oposição conservadora, Pedro Passos Coelho, “caçar pokémons” depois que ele se pronunciou sobre a possibilidade de Portugal necessitar de um segundo resgate financeiro.

“Quem anda buscando o diabo deveria se dedicar melhor a caçar pokémons”, declarou Costa a jornalistas em Lisboa, garantindo que “não tem nenhum sentido falar de qualquer resgate” para Portugal. Coelho, um dia antes, havia dito que o “diabo” poderia chegar neste outono e afirmou que se Portugal voltar a sofrer, seria necessário um novo resgate.

Leia também
UE irá mudar forma de controle de turistas (e afetar brasileiros)
Facebook, Twitter e Google se unem para verificar notícias falsas

A possibilidade de um segundo empréstimo internacional de Portugal apareceu depois que o ministro das Finanças, Mário Centeno, assegurou em uma entrevista ao canal americano CNBC que sua missão principal é fazer de tudo para evitar que Portugal peça um segundo resgate.

Portugal esteve sob o programa de resgate financeiro do Fundo Monetário Internacional, a Comissão Europeia e o Banco Central Europeu entre 2011 e 2014, quando lhe foi concedido um empréstimo de 78 bilhões de euros (288 bilhões de euros) em troca da adoção de um severo programa de ajustes fiscais e reformas.

(Com agências EFE e Reuters)