Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Prédios públicos de Washington seguem fechados após forte nevasca

A histórica tempestade de neve que caiu na sexta-feira e sábado afetou 85 milhões de pessoas, ou seja, 25% da população do país. Pelo menos 30 pessoas morreram

Os prédios dos governos federal, estadual e municipal dos Estados Unidos na região de Washington permanecerão fechados nesta terça-feira, à medida que a área ainda tenta se recuperar da forte nevasca do fim de semana. As aulas em muitas escolas públicas e universidades da região também seguem suspensas. Os monumentos nacionais, como o Capitólio e os museus do Instituto Smithsonian (como o museu Aeroespacial e o de História Natural, por exemplo), não abriram as portas.

Grandes cidades da costa leste dos Estados Unidos ainda tentam voltar ao normal após fortes nevascas que produziram 60 centímetros de neve em Nova York e Washington e deixaram 30 mortos – a maioria decorrente de acidentes de trânsito. A histórica tempestade de neve que caiu na sexta-feira e sábado afetou 85 milhões de pessoas, ou seja, 25% da população do país. A nevasca também afetou Estados mais ao sul, como Arkansas, Tennessee, Kentucky, Carolina do Norte, Virginia Ocidental e Virginia.

Leia também

Vídeo: Americanos aproveitam nevasca histórica para praticar ‘nado na neve’

Washington está paralisada por tempestade que já matou 23 pessoas nos Estados Unidos

Onda incomum de frio provoca 95 mortes na Ásia

A tempestade despejou 68 centímetros de neve no Central Park de New York, a segunda maior acumulação da história, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia. O Aeroporto Internacional de Newark registrou mais de 71 centímetros, e o Aeroporto Internacional John F. Kennedy recebeu 77,5 centímetros de neve, segundo o serviço de meteorologia.

Apesar de a rotina começar a voltar aos poucos, autoridades têm alertado para que as pessoas não saiam de casa sem necessidade, uma vez que as estradas continuam escorregadias, alguns semáforos e serviços de transporte estão danificados e montes de neve ainda precisam ser retirados das ruas.

(Da redação)