Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Policiais forçam mulher a tirar burkini em praia da França

O traje de banho muçulmano foi proibido em mais de 15 cidades francesas como forma combate ao radicalismo islâmico

Uma foto divulgada nas redes sociais nesta semana intensificou os debates na França acerca da proibição dos burkinis, traje de banho usado por algumas mulheres muçulmanas. A imagem, feita por um fotógrafo francês, mostra uma muçulmana sendo abordada por policiais na beira da praia e, aparentemente, sendo obrigada a tirar parte de sua roupa.

No último mês, o burkini foi proibido em pelo menos 15 cidades litorâneas da França, como uma suposta prevenção a tumultos ligados ao radicalismo islâmico. A foto que tomou as redes francesas nesta semana foi tirada em Nice, onde um ataque terrorista deixou 86 mortos em julho. A cidade foi uma das primeiras a adotar a medida e 24 mulheres já foram paradas pela polícia desde que o decreto entrou em vigor.

Outra muçulmana, de 34 anos, também relatou ter sido abordada de forma violenta pela polícia, quando estava com seus dois filhos na praia de Cannes. “Eu estava usando um véu clássico e não tinha intenção de nadar”, disse à agência de notícias AFP. “Não estava vestindo um burkini, nem uma burca e não estava nua. Então, considerei a minha roupa apropriada”, afirmou.

Leia também:
Terceira cidade francesa proíbe uso de burquíni após tumulto
Cannes proíbe o “burquíni”, traje de banho usado por muçulmanas
Cannes proíbe bolsas de praia por medo de terrorismo

Nesta quinta-feira, o Conselho de Estado da França, órgão mais alto da Justiça do país, irá examinar um pedido da Liga de Direitos Humanos para vetar a proibição dos burkinis. Advogados do grupo afirmam que os decretos municipais temporários são ilegais, porque atentam contra a liberdade religiosa.

“Provocação”

O ex-presidente da França Nicolas Sarkozy afirmou que vestir um burkini é “um ato político, militante, uma provocação”, que serve de apoio ao islamismo radical. Durante uma entrevista na rede de TV TF1, na quarta-feira, Sarkozy comentou que a França não deve “aprisionar mulheres atrás de um tecido”. Líder do partido conservador Os Republicanos (LR), Sarkozy divulgou nessa semana que pretende concorrer à presidência da França em 2017.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. ABRAÃO LINCOLN SALES BASTOS

    RECIPROCIDADE ee o mínimo que um pais serio deve exigir de estrangeiros em seu território. No mundo muçulmano os ocidentais tem seguir os costumes de lá. Enquanto aqui eles tem todas liberdades , lá não podemos construir templos nem fazer proselitismo religioso , aqui esta cheio de mesquitas e escolas muçulmanas.

    Curtir

  2. Mas se fosse uma freira na praia, ela seria obrigada a tirar o hábito?

    Curtir

  3. Victor Hugo Mattos Garcia

    Atuação violenta da polícia? Hahahahahahhaaqq. Violenta são as explosões que esses radicais causam . Muçulmano é engraçado, chega no país dos outros e quer ditar regras meamo em um país livre. Agora tente abrir um açougue e vender carne de porco, ou montar uma igreja cristã ou de outra religião que não seja o islã na terra deles , seja homoaexual e demonstre em um dos países árabes de maioria muçulmana e verás onde vais parar….

    Curtir

  4. Joao Carlos Cabral

    a frança não é a syria, nem irã, nem mulçumano, é um país livre com suas leis, se não está bom voltem para as suas terras, estão fazendo o quê lá? eles odeiam o ocidente, mas o líder do estado islâmico usa um rolex fabricado no ocidente, porque ele não confia nas horas de um relógio fabricado no oriente, no fundo eu acho que eles morrem de inveja, estão na idade da pedra ainda.

    Curtir

  5. laura felizardo

    Isso é um absurdo!! A milher deve ser livre para vestir ou deixar de vestir o que bem quiser.

    Curtir

  6. Antonio Tavares

    Está corretíssimo! Roupas islâmicas fazem parte da tentativa de impor a lei sharia no ocidente. A burka deve ser vista pelos ocidentais como um equivalente da roupa da Klu Kus Klan para os negros. Se deixar passar isso daqui a pouco nenhuma mulher mais terá o direito de usar um biquini. Os muçulmanos têm todo um código de leis que querem impor à força para nós!

    Curtir