Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia prende dois em investigação de ataque em Manchester

Dois homens - um de 25 anos e o outro de 19 anos - foram presos na cidade sob suspeita de atos terroristas

A polícia britânica realizou duas novas prisões e fez buscas em outros três locais neste domingo na perseguição aos suspeitos do ataque de Manchester. Conforme a polícia da Grande Manchester, dois homens – um de 25 anos e o outro de 19 anos – foram presos na cidade sob suspeita de atos terroristas. Onze outros homens com idades entre 18 e 44 anos também estavam sob custódia.

A maioria das buscas e prisões desde o ataque de segunda-feira ocorreu no sul de Manchester, onde Abedi – filho de pais líbios – nasceu e foi criado. A polícia diz que 1 mil pessoas estão trabalhando na investigação, tentando localizar os cúmplices de Abedi e refazer os seus passos nos dias antes de ele detonar uma bomba em um show de Ariana Grande. A explosão matou 22 pessoas, incluindo sete menores de 18 anos, e deixou mais de 100 feridos.

Abedi morreu na explosão. Os investigadores dizem ter desmantelado grande parte de sua rede, mas esperam fazer mais prisões. “A operação ainda está a toda velocidade”, disse a secretária do Interior do Reino Unido, Amber Rudd, acrescentando que alguns suspeitos ainda podem estar em liberdade. “Até que a operação esteja concluída, não podemos ter certeza absoluta de que está fechada”, assinalou.


A polícia britânica tem agora 13 suspeitos sob custódia, incluindo o irmão mais velho de Abedi, Ismail, e fez buscas em propriedades em Manchester. Outro irmão e o pai de Abedi foram detidos na Líbia.

A polícia divulgou imagens de câmeras de vigilância de Abedi na noite do ataque que o mostram vestido de tênis, jeans, jaqueta escura e boné de beisebol. As alças de uma mochila são visíveis nos ombros.

As autoridades estão reunindo mais informações sobre seus últimos dias. Elas informaram que ele voltou para o Reino Unido vindo da Líbia em 18 de maio e provavelmente completou a montagem da bomba em um apartamento alugado no centro de Manchester.

No sábado, o Reino Unido reduziu seu nível de ameaça de terrorismo de “crítico” para “severo”, depois que a polícia disse ter desmantelado grande parte da rede da Abedi. Contudo, a segurança foi reforçada em grandes eventos no país neste domingo, incluindo a corrida Great Manchester Run, onde policiais armados com metralhadoras protegeram participantes e espectadores.

 

(Com Estadão Conteúdo)