Petróleo Brent chega ao preço mais alto em 8 meses pela crise iraniana

Londres, 20 fev (EFE).- O barril de petróleo Brent, de referência na Europa, chegou nesta segunda-feira a cotar US$ 121, o nível mais alto em oito meses, pela decisão do Irã de suspender as exportações de petróleo à França e ao Reino Unido.

O Brent para entrega em abril alcançou a média de US$ 121, mas depois se moderou e era cotado a US$ 120,60 por volta de 8h52 no horário de Brasília, um número similar ao da abertura, quando o preço estava a US$ 120,59.

Segundo os analistas, a decisão iraniana teve um efeito imediato no preço do petróleo, que ajudou a empurrar para cima as ações das empresas energéticas.

Assim, os títulos do gigante British Petroleum subiam 2,01% e se situavam nos 498 pence.

Além disso, o aumento do petróleo impulsionou para cima o índice principal das ações, o FTSE-100, que ganhava 0,80% por volta das 9h em Brasília.

O Irã decidiu suspender as exportações em resposta às últimas sanções europeias.

No dia 23 de janeiro, os 27 países decidiram reforçar as sanções econômicas contra o Irã e proibir a compra de seu petróleo a partir de julho.

Dessa forma, a União Europeia quer pressionar o Irã para que suspenda seu programa nuclear, que muitos países suspeitam de ter fins armamentistas, enquanto Teerã nega e afirma que é exclusivamente civil e pacífico. EFE