Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Peru: mais de 3 metros de detritos separam mineiros do resgate

Dezenas de equipes aceleraram suas operações nesta terça-feira para tentar resgatar nas próximas horas os nove mineiros presos desde quinta-feira em uma mina de cobre no sul do Peru sob três metros de detritos, de acordo com um membro do governo peruano.

“Este dia será crucial, eles estão a apenas três metros de distância”, declarou à imprensa a ministra para as Mulheres, Ana Jara, depois de passar a noite em um acampamento improvisado criado fora da mina artesanal de cobre Cabeza de Negro, localizado em uma montanha na região de Ica, 325 km ao sul de Lima.

“Nós poderemos ter uma boa notícia nesta tarde ou, o mais tardar, nesta noite”, explicou Jara, que afirmou que ficará no local “até que os mineiros sejam resgatados com segurança” da mina.

“Eu não vou avançar muito porque a natureza tem seu próprio ritmo, mas fizemos um trabalho muito técnico”, acrescentou a ministra.

Ela afirmou que os mineiros estavam em bom estado de saúde, depois de ter entrado em contato com eles durante a noite graças a um tubo de metal, por meio do qual eles recebem fluidos de reidratação e alimentos.

Bombeiros, policiais e mineiros estão em pé de guerra para as operações de socorro e visam principalmente a fortalecer as estruturas do interior da galeria de acesso para evitar novos deslizamentos que atrasaram o progresso da equipe de resgate.

Em Lima, as autoridades indicaram que o presidente Ollanta Humala deve chegar ao local durante o dia.

O primeiro-ministro Oscar Valdes havia visitado a área no domingo. Na ocasião, chegou a afirmar que o resgate poderia demorar até dois dias.