Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pelo menos 12 mortos em atentado contra rebeldes xiitas no norte do Iêmen

Sana, 25 mai (EFE).- Pelo menos 12 pessoas morreram nesta sexta-feira no Iêmen, entre elas uma mulher, devido à explosão de um carro-bomba próximo a uma escola na cidade de Al Hazm, na província de Al Yauf, que fica na fronteira com a Arábia Saudita.

O alvo do atentado foi uma reunião de membros do movimento rebelde xiita dos huties, segundo um comunicado assinado pelo líder do grupo, Abdelmalek Badredin el Huti.

Testemunhas disseram à Efe que o atentado ocorreu perto de um mercado popular e de um colégio para meninas, mas que o lugar estava fechado porque hoje é sexta-feira, o dia festivo semanal.

Entre os mortos estão pelo menos dois membros do grupo radical xiita, informaram as fontes de segurança.

Segundo a nota divulgada pelo líder do movimento, um segundo atentado, perpetrado por um suicida, ocorreu próximo a uma manifestação de milhares de seguidores dos huties, na principal avenida da cidade de Saada. O homem ativou os explosivos quando percebeu que a segurança da passeata iria interrogá-lo.

Os rebeldes huties controlam a província de Saada desde 2010, depois de mais de cinco anos de enfrentamentos com as tropas iemenitas.

Essa milícia é seguidora da seita xiita zaydi, que só existe no Iêmen e da qual pertence o ex-presidente do país Ali Abdullah Saleh. EFE

ja/dk