Patrimônio dos americanos cai US$ 5,1 tri

Com Agência Estado

Os americanos tiveram seu patrimônio reduzido em 5,1 trilhões de dólares no quarto trimestre de 2008 em relação ao trimestre anterior. Segundo dados do Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano) divulgados nesta quinta-feira, o patrimônio das famílias e entidades sem fins lucrativos dos Estados Unidos caiu de 56,6 trilhões de dólares para 51,5 trilhões de dólares nos três últimos meses de 2008. A queda de 9% é a maior já registrada desde o início da série histórica do Fed, em 1952.

No acumulado do ano, a queda no patrimônio dos americanos chegou a 11,2 trilhões de dólares na comparação com o ano anterior. No segundo trimestre de 2007, a riqueza dos americanos chegou ao pico de 64,36 trilhões de dólares. Na ocasião, o patrimônio era impulsionado pela bolha no setor imobiliário.

Até então, os americanos costumavam gastar considerando os ativos crescentes – suas casas, seus fundos de previdência, seus investimentos em ações. No que é conhecido como “efeito riqueza”, os economistas calculam que os americanos gastam cerca de cinco centavos a mais para cada dólar ganho. Agora, conforme os ativos encolhem, os gastos também diminuem.