Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Partidos argelinos apresentam 165 recursos contra resultado das eleições

Argel, 18 mai (EFE).- O Conselho Constitucional da Argélia recebeu 165 recursos contra os resultados das eleições parlamentares realizadas no último dia 10 de maio, que deram a vitória por uma ampla margem ao partido governante Frente de Libertação Nacional (FLN), informou nesta sexta-feira a agência de notícias ‘APS’.

A agência, que cita uma fonte deste organismo, assegurou que as queixas foram apresentadas tanto por partidos políticos como por candidatos independentes, inclusive aqueles que obtiveram bons resultados.

O FLN, liderado pelo presidente da Argélia, Abdelaziz Bouteflika, conseguiu 221 cadeiras das 462 do Parlamento, seguido pela Assembleia Nacional Democrática (RND), com 70 cadeiras, e pela aliança islamita Argélia Verde, que conseguiu 47 legisladores.

Após a confirmação dos resultados por parte do Conselho Constitucional, no último dia 15, os candidatos contaram com 48 horas para apresentar as reivindicações que considerassem oportunas.

Este organismo terá três dias a partir de hoje, para pronunciar-se sobre ditos recursos.

Vários grupos políticos, como o Movimento da Sociedade pela Paz, líder da aliança Argélia Verde, denunciaram o processo e qualificaram os resultados de fraudulentos.

A corrente islamita tinha se mostrado convencida durante a campanha eleitoral de sua capacidade de impor-se aos dois tradicionais partidos no poder, o FLN e o RND, do primeiro-ministro Ahmed Ouyahia.

No entanto, os resultados não só não lhe deram a vitória, mas registraram um grande retrocesso da corrente islamita. EFE