Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Partido de oposição vence eleições na Jamaica

O opositor Partido Nacional do Povo (PNP) venceu as eleições legislativas na Jamaica ao obter ampla maioria sobre os trabalhistas, que governam o país desde 2007, segundo os resultados preliminares.

O PNP, presidido por Portia Simpson Miller, governou a Jamaica durante 17 anos, antes de perder o poder para o Partido Trabalhista (JLP) em 2007. A campanha foi dominada por denúncias contra o alto nível de desemprego, o crime e a corrupção.

O JLP pagou o preço da renúncia do primeiro-ministro Bruce Golding em setembro de 2011, depois do péssimo gerenciamento da extradição para os Estados Unidos de Christopher Coke, conhecido como “Dudus”, acusado de ser o maior traficante de drogas da Jamaica, em maio de 2010.

A prisão do narcotraficante pelas autoridades jamaicanas provocou violentos confrontos em maio de 2010 em Kingston entre a polícia e o Exército, por um lado, e os seguidores de “Dudus”, pelo outro, em incidentes que deixaram ao menos 76 mortos, obrigando o governo a proclamar o estado de emergência.

Teoricamente, as eleições deveriam ocorrer em setembro de 2012, mas o trabalhista Andrew Holness, de 39 anos, que assumiu suas funções após a renúncia de Golding, as adiantou com o objetivo de garantir sua legitimidade.