Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa pede a seus novos cardeais que evitem as ‘intrigas’

Francisco também criticou 'falatório' e 'adulações' em missa neste domingo

O papa Francisco afirmou neste domingo, em missa realizada no Vaticano, que os novos cardeais nomeados no sábado devem evitar “intrigas, falatório, adulações, favoritismo e preferências” e disse ainda que eles estão entrando na “Igreja Católica Apostólica Romana, não em uma corte.”

No consistório – a reunião de cardeais comandada pelo pontífice – realizado no sábado foram nomeados 19 novos cardeais, entre eles dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro. A cerimônia na Basílica de São Pedro, no Vaticano, teve ainda a presença do papa emérito Bento XVI, que sentou-se na primeira fila, ao lado dos outros membros do colégio cardinalício.

A presidente Dilma Rousseff também esteve no Vaticano para assistir à cerimônia. Na véspera da nomeação dos cardeais, Dilma se reuniu com o papa Francisco e, em uma clara referência à Copa do Mundo, presenteou o bispo de Roma com um uniforme da seleção brasileira com o número 10 e a frase “para o papa com respeito e admiração”, assinada por Pelé, Ela entregou também uma uma bola assinada por Ronaldo, com a dedicatória: “Ao papa Francisco, um grande abraço de seu amigo Ronaldo.”

Durante a missa deste domingo, centenas de familiares dos cardeais e delegações oficiais dos países que os acompanhavam, além de centenas de fiéis, lotaram a Basílica. Ao ler a homilia, o papa disse aos 218 cardeais que “imitar a santidade e a perfeição de Deus pode parecer uma meta inalcançável” e fez ainda referência ao livro de Levítico, do antigo testamento, que diz “não odiarás do íntimo do coração os teus irmãos. Não te vingarás, nem guardarás rancor contra os filhos do teu povo. Mas amarás o teu próximo como a ti mesmo.”

Dom Orani e os novos cardeais receberam um título de uma igreja romana. Ao arcebispo do Rio foi designada a igreja de Santa Maria Mãe da Providência. Com a nomeação dos 19 prelados, o número de cardeais aumentou para 218, dos quais mais da metade (116) são europeus, seguidos pelos latino-americanos (34).

Leia também: Dom Orani recebeu com surpresa a nomeação

(Com EFE)