Papa Bento XVI canonizará sete novos santos

Na França, santuários foram parcialmente fechados por causa de inundações

O papa Bento XVI canonizará no Vaticano, no domingo, sete novos santos. A data coincide com o Sínodo de Bispos para Nova Evangelização, que ocorre no Vaticano desde o último dia 7 e será encerrado no próximo dia 28. Entre os canonizados estão a freira espanhola María Carmela Salles y Barangueras (1848-1911); a madre alemã Marianne de Molokai (1838-1918), da Terceira Ordem de São Francisco de Syracuse de Nova York; a laica americana Kateri Tekakwitha (1656-1680), filha de dois índios nativos; e a laica alemã Anna Schäffer (1882-1925).

Também se tornarão santos o jesuíta francês Giacomo Berthieu (1838-1896), o laico mártir filipino Pedro Calungsod (1654-1672) e o sacerdote italiano Giovanni Battista Piamarta (1841-1913), fundador da Congregação da Sagrada Família de Nazaré e das Irmãs Humildes Servas do Senhor.

Tema: Vaticano e o papa

Em seus quase oito anos de pontificado, Bento XVI já canonizou 37 santos – a partir de domingo, serão 44- e mais de 600 beatos, na maioria espanhóis. Até agora, o papa realizou nove cerimônias de canonizações, oito no Vaticano e uma no Brasil, em maio de 2007.

Santuários de Lourdes inundados– Os santuários de Lourdes, destino de peregrinação católica no sudoeste da França, foram fechados parcialmente. Cerca de 500 peregrinos tiveram de ser retirados do local, neste sábado, por causa das inundações decorrentes da forte chuva que atinge a região desde quinta-feira.

A enxurrada provocou a alta do rio Gave de Pau, que atravessa os santuários. Frente à Cova de Masabielle, onde, segundo a religião católica, a Virgem apareceu a Bernadette Soubirous, a água subiu aproximadamente um metro. Na avenida do Paradis, onde se concentram os hotéis dos peregrinos, às margens do rio Gave de Pau, a água chega a 80 cm.

(Com EFE e AFP)