ONU suspende comboios humanitários na Síria

As Nações Unidas tomaram a decisão após um de seus comboios transportando alimentos e remédios ter sido atacado na Síria. EUA culparam os russos pelo ataque

A Organização das Nações Unidas (ONU) suspendeu nesta terça-feira o envio de seus comboios humanitários à Síria após uma de suas missões ter sido bombardeada nesta segunda. Os Estados Unidos responsabilizaram os russos pelo ataque aos caminhões de ajuda humanitária, que carregavam água, comida e remédios.

O porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby, disse em comunicado que tanto o governo russo como o regime de Bashar Assad “conheciam o destino do comboio, e mesmo assim os trabalhadores humanitários foram assassinados”. “Os Estados Unidos irão tratar deste tema diretamente com a Rússia. Dada esta violação flagrante da cessação de hostilidades, nós vamos pensar nas perspectivas futuras de cooperação com a Rússia”, afirmou Kirby.

Leia também
EUA culpam Rússia por ataque a comboio humanitário na Síria
Síria declara fim de cessar-fogo de uma semana no país
Trégua na Síria termina nesta segunda e prorrogação é incerta

O ataque aéreo contra o comboio humanitário causou a morte de vinte pessoas, todas elas civis, anunciou nesta terça-feira, em Genebra, a Federação Internacional da Cruz Vermelha. Enquanto isso, após o fim da trégua, que terminou nesta segunda, voltaram a ser ouvidos bombardeios e disparos em Alepo até nos arredores de Damasco.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), ao menos 36 civis morreram em ataques em Alepo e na província desde o fim da trégua. Muitos moradores passaram a noite trancados em seus apartamentos, após uma semana na qual aproveitaram o fato de poder sair às ruas. Na manhã desta terça-feira, de forma intermitente, eram ouvidos fortes disparos na cidade de Alepo.

Os EUA apoiam grupos rebeldes que lutam para destituir o ditador Assad do poder. Já a Rússia é a o maior aliado das tropas do regime sírio, fieis a Assad. Em meio à guerra civil há ainda grupos jihadistas, como o Estado Islâmico, que promovem o terror na Síria. A guerra no país, que começou em 2011, deixou mais de 300.000 mortos e forçou o exílio de milhões de pessoas.

(Com agências France-Presse e Reuters)

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. VERDE e AMARELO

    NÃO CONFIO, A ONU É UM ANTRO DE PSICOPATAS, TESTA DE FERRO DO GOVERNO GLOBALISTA NÃO ELEITO, QUE ATACAM A HUMANIDADE FINGINDO ESTAR AJUDANDO, VEJA OS DIREITOS HUMANOS GENOCIDAS QUE ESSES MALDITOS IMPUSERAM AO BRASIL: DESDE 1994, QUANDO FHC TROUXE DA ONU, AS TAXAS DE HOMICÍDIOS EXPLODIRAM NO BRASIL! É DE LÁ QUE VEM AS SANHAS DO ABORTO, GAYZISMO, EUTANASIA, DESTRUIÇÃO DA FAMILIA, DESTRUIÇÃO DO CRISTIANISMO, ET…

    Curtir

  2. Verde e Amarelo, voce deveria pedir um lugar em grupos de humor como o Porta de Fundos. Faz juz.🙂

    Curtir