Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ofensiva aérea da Otan no Afeganistão mata 20 insurgentes

Cabul, 12 jun (EFE).- Pelo menos 20 insurgentes morreram numa ofensiva aérea da missão afegã da Otan (Isaf) na província de Helmand, lançada após um ataque dos fundamentalistas à polícia local, informou hoje a Aliança Atlântica.

Em comunicado, a Isaf explicou que o incidente ocorreu ontem no distrito de Sangin, onde um grupo de insurgentes atacou postos de controle da polícia causando a morte de dois agentes e ferindo outros seis.

De acordo com a nota, a Otan auxiliou as forças afegãs e o ataque matou 20 fundamentalistas numa ação aérea na qual também ficaram feridos sete rebeldes.

A notificação sobre a operação chegou horas depois do presidente afegão, Hamid Karzai, anunciar que os bombardeios das tropas internacionais nas áreas residenciais de civis estão ‘completamente proibidos’.

‘Se fazem isso (bombardear), que façam em seus próprios países. Por que no Afeganistão? Isto está absolutamente proibido’, declarou hoje Karzai em entrevista coletiva no Palácio presidencial.

Na semana passada, um ataque aéreo da Isaf matou 18 civis na província de Logar.

As vítimas civis são um dos principais pontos de atrito entre Cabul e a comunidade internacional nesta guerra, que já dura mais de uma década, desde a invasão dos EUA no final de 2001. EFE