Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O presidente mentiu

O título acima refere-se a Donald Trump, que fique claro. E a acusação foi feita pelo ex-diretor do FBI James Comey. É grave, mas ainda não é fatal

A cada novo capítulo do Russiagate, a investigação sobre a interferência do Kremlin nas eleições de 2016, a oposição americana procura uma prova irrefutável que incrimine o presidente Donald Trump e leve ao seu impeachment.

Na quinta-feira 8, James Comey, ex-diretor do FBI, a polícia federal americana, demitido no mês passado, depôs para o Senado sobre as conversas que teve com Trump na Casa Branca.

Revelou que o presidente mentiu sobre as razões de sua demissão e assumiu atitudes condenáveis e indignas, mas talvez insuficientes ainda para um bom e velho impeachment.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Sempre Alerta

    Viva, DONALD TRUMP!
    A tempestade da esquerda sempre miserável vai passar.

    Curtir

  2. Carlos Bandeira

    Não posso acreditar. Dois jornalistas escrevendo uma estupidez dessa. A palavra do Presidente contra a palavra do subalterno que foi demitido por justa causa. Nunca ficou provado nenhuma mentira nesta audiência. Os jornalequeiros estão inventando uma coisa que nunca aconteceu. Onde está o editorial da Veja par a examinar porcarias assim e vetar sua publicação. Vergonha pura.

    Curtir

  3. Cyro Ferreira

    VEJA replicando Fake News! recentemente o próprio Comey afirmou que NÃO havia qualquer investigação sobre a relação Trump e Rússia. Que vergonha da desinformação que essa revista presta ao país.

    Curtir