“Não possuo gravações de Comey”, diz Trump

 "Melhor James Comey esperar que não haja 'fitas' das nossas conversas antes de começar a vazar para a imprensa", ameaçou Trump no mês passado

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negou que possua gravações de suas conversas com o ex-diretor do FBI, James Comey.  “Eu não fiz e não tenho tais gravações”, publicou no Twitter nesta quinta-feira. Em maio, Trump lançou uma ameaça misteriosa sobre possíveis vazamentos de informações para a imprensa sobre a demissão do  chefe da polícia, que investigava a conexão entre a campanha republicana e a interferência russa nas eleições dos Estados Unidos.

“Melhor James Comey esperar que não haja ‘fitas’ das nossas conversas antes de começar a vazar para a imprensa”.  A mensagem de Trump levantou dúvidas sobre o que poderia estar por trás da indireta, se o presidente gravou encontros com Comey e que informações foram discutidas.

Em declaração escrita entregue no início do mês ao Senado americano, o ex-diretor do FBI James Comey disse que o presidente Donald Trump pediu “lealdade” em um jantar que ambos tiveram em 27 de janeiro e solicitou-lhe, em um encontro posterior, que abandonasse a investigação sobre as ligações entre o ex-conselheiro de Segurança Nacional Michael Flynn e a Rússia.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. “interferencia Russa nas eleições”, Veja? Quer dizer que isso é um fato? Não é algo que esta sendo investigado? Não aceitaram ainda a vitoria do Trump, Veja?

    Curtir