Mulher saudita decepa a mão de empregada doméstica que reclamou de maus tratos

Uma empregada doméstica indiana teve a mão direita decepada pela dona da casa onde trabalhava, em Riad, capital da Arábia Saudita, na semana passada. A família de Kasturi Munirathinam, de 58 anos, alega que ela foi punida após reclamar de assédio e tortura e tentar ir embora da casa da empregadora, para quem trabalhava havia três meses.

“Minha mãe não estava autorizada a falar com a família pelo telefone. Ela não se alimentava adequadamente e era forçada a trabalhar por muitas horas”, disse Kumar, filho da vítima, à rede britânica BBC.

Leia também:

Muçulmano é espancado até a morte na Índia após sacrificar uma vaca

Joia com microchip é nova arma para combater estupros na Índia

Índia: Político diz que anúncios de preservativos incitam estupro

Kasturi está se recuperando em um hospital saudita, mas a família informou que não tem recursos para pagar as despesas médicas. Os parentes pedem que o governo indiano ajude a financiar a viagem de volta de Kasturi à Índia.

A ministra do Exterior indiana, Sushma Swaraj, manifestou indignação por meio do Twitter. “Isso é inaceitável. Levamos o caso às autoridades sauditas. Nossa embaixada está em contato com a vítima”, tuitou. Em uma entrevista ao jornal Indian Express, um porta-voz do ministério afirmou que o governo do país irá pressionar a Arábia Saudita por justiça. “Nossa embaixada em Riad já pediu punição severa à agressora”.

Autoridades indianas também pedem indenização à família de Kasturi e pagamento de todas as despesas médicas.

Todos os anos, milhares de homens e mulheres viajam da Índia para a Arábia Saudita para trabalhar como operários e empregados domésticos.

(Da redação)