Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulher-Maravilha é demitida de cargo de embaixadora da ONU

A indicação da super-heroína para ilustrar as campanhas de promoção aos direitos das mulheres foi recebida negativamente

Menos de dois meses após ser nomeada embaixadora da Organização das Nações Unidas pelos direitos das mulheres, a personagem das histórias em quadrinho Mulher-Maravilha foi cortada de seu cargo. O anúncio sobre a suspensão do uso da super-heroína nas propagandas da ONU foi feito nesta terça-feira, após sua indicação ter sido recebida negativamente por ativistas.

A Mulher-Maravilha foi nomeada embaixadora pela organização internacional no final de outubro. De acordo com a ONU, a personagem foi escolhida por ser “símbolo da paz, justiça e igualdade” e seria usada na campanha anual de promoção aos direitos de meninas e mulheres pelo mundo.

No entanto, a indicação foi recebida negativamente por ativistas, que dizem ser preocupante o fato de a organização ter escolhido uma personagem “explicitamente sexualizada” para representar uma campanha pela prevenção da violência de gênero. Uma petição online contrária à escolha da ONU foi assinada por quase 45.000 pessoas e pode ter motivado a suspensão do uso da super-heroína nas propagandas da organização.

“Embora os criadores originais quisessem que a Mulher-Maravilha representasse uma mulher guerreira, forte e independente, com uma mensagem feminista, a realidade é que a representação atual da personagem é a de uma mulher branca de proporções inatingíveis”, dizia a petição.

A ONU não explicou os motivos que levaram à desistência da escolha da super-heroína. No passado, participaram temporariamente de campanhas da instituição personagens fictícios como o Ursinho Pooh, a Sininho do Peter Pan e os pássaros do jogo Angry Birds.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Osorio Neves

    Putz. Achei que pegaram ele recebendo propina, mas é pior, muito pior, é branca e tem proporções inatingíveis. Isso é inadmissível. Estou com as feias, mas achei pouco, só 45.000 assinaram a petição? E as outras?

    Curtir

  2. Tá faltando doses cavalares de Trump na ONU….

    Curtir

  3. Que coisa louca, a mulher é solteira, bem resolvida, anda num jato invisível, é imortal, descendente de Deusas, forte, bonita, não se submete aos homens, é autônoma, luta pela justiça…acho que a ONU preferia a Cristina Kirchner, Monica Lewinski ou até mesmo a Evita ! Pelo amor.de Deus!

    Curtir

  4. Fábio Luís Inaimo

    Querem uma mulher de peso…..põe a Wilza Carla !

    Curtir

  5. A sociedade está ficando tolerante demais a essas minorias de mimimi do politicamente correto. Está insuportável de nojento isso. Um banco de faz nada querendo pautar quem produz.

    Curtir