Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muçulmana é primeira mulher presidente de Singapura

Um dos pré-requisitos para assumir o cargo era ter administrado uma empresa com capital de pelo menos 1,1 bilhão de reais

Uma muçulmana da minoria malaia tornou-se nesta quarta-feira a primeira mulher presidente de Singapura. A conquista, no entanto, foi marcada por críticas em razão de a escolha ter ocorrido sem a realização de eleições. Halimah Yacob, que  foi presidente do Parlamento, sendo também a primeira mulher a ocupar a função, chegou à Presidência do país asiático depois que os possíveis rivais foram eliminados por não cumprirem os requisitos estabelecidos pela lei.

Dos quatro outros inscritos para concorrer com Halimah Yacob, dois foram desqualificados por não serem malaios. Com o objetivo de fortalecer o sentimento de inclusão no país, o governo decretou que a Presidência seria reservada a candidatos da comunidade minoritária malaia, que havia cinquenta anos não ocupava o cargo. O último presidente da etnia foi Yusof Ishak, durante os primeiros anos de independência do país, entre 1965 e 1970, cuja imagem adorna as notas de dinheiro local.

Os outros dois foram barrados por não cumprirem a exigência legal que determina que os candidatos procedentes do setor privado devem ter três anos de experiência à frente de uma empresa com um capital de pelo menos 370 milhões de dólares (1,1 bilhão de reais).

Yacob, de 63 anos, foi eleita presidente do Parlamento em 2013 e renunciou ao cargo em agosto para dedicar-se à campanha presidencial. Seu mandato de deputada automaticamente a qualificava para a disputa.

 

A reserva da Presidência neste ano para um representante malaio foi determinada pela reforma da Constituição aprovada em 2016. Com a mudança, ficou especificado que as eleições presidenciais devem ser destinadas a uma das etnias multiculturais do país sempre que nenhum candidato desses grupos tiver ocupado o cargo nos últimos trinta anos. A população de origem chinesa é majoritária no país.

A Presidência de Singapura, no entanto, é um cargo essencialmente simbólico. O chefe de governo é o primeiro-ministro Lee Hsien Loong, membro do Partido da Ação Popular (PAP), que está no poder desde 1959.

(com agências internacionais)