Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Milhares de jordanianos se manifestam contra novo governo

Amã, 11 mai (EFE).- Milhares de jordanianos se manifestaram nesta sexta-feira em Amã e outras cidades do país para exigir a renúncia do primeiro-ministro, Fayez Tarauneh, que assumiu o cargo há nove dias após a renúncia do governo anterior.

Como em algumas ocasiões anteriores, os protestos começaram após a oração comunitária do meio-dia na Grande Mesquita de Al Hussein, no centro da capital.

Os manifestantes, liderados pelo influente movimento islamita Irmandade Muçulmana, cantaram palavras de ordem contra Tarauneh, a quem consideram incapaz de realizar as reformas políticas prometidas, entre elas a elaboração de uma nova lei eleitoral.

Os participantes expressaram, além disso, sua solidariedade com os presos palestinos em greve de fome detidos em prisões israelenses e demandaram a anulação do tratado de paz assinado em 1994 com Israel.

Pediram também a libertação do jornalista Jamal Muhtaseb, que foi detido no último dia 23 de abril acusado de escrever um artigo contra a monarquia.

Protestos similares aconteceram em outras cidades como Maan, Karak e Tafileh, onde os manifestantes denunciaram a alta do preço dos combustíveis.

O Executivo de Tarauneh, político conservador conhecido por sua oposição a qualquer iniciativa reformista, é o quarto formado na Jordânia desde o início há 15 meses de manifestações inspiradas pelo processo de mudanças políticos e sociais no mundo árabe. EFE