Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Melania Trump ameaça processar jornais por difamação

Reportagens do tabloide britânico 'Daily Mail' e de outros veículos sugeriam que a ex-modelo já atuou como prostituta

A mulher do candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Melania Trump, ameaçou abrir um processo por difamação contra o tabloide britânico The Daily Mail, o site especializado Politico e pelos menos mais oito veículos de imprensa. De acordo com a rede CNN, o foco da ação judicial é uma matéria, divulgada inicialmente pelo Daily Mail, que sugeria que a ex-modelo trabalhou como prostituta nos anos 1990.

“A senhora Trump avisou a vários veículos de imprensa de suas reivindicações contra eles por fazer declarações falsas e difamatórias sobre ela”, alertou o advogado Charles Harder. “Todas essas declarações são 100% falhas, muito prejudiciais a sua reputação e pessoalmente ofensivas”, declarou, em comunicado enviado ao Politico.

Leia também:
Jornal publica fotos de Melania Trump nua
Mulher de Trump plagia discurso de Michelle Obama
Responsável pelo discurso de Melania Trump se desculpa por plágio

Segundo o advogado, a mulher de Donald Trump disse que entende o papel da imprensa em uma campanha presidencial. Ainda assim, Melania considera que “mentir completamente desta maneira excede todos os limites apropriados de notícia e da decência humana”. A reportagem publicada pelo jornal britânico no dia 19 de agosto questiona diversos aspectos da biografia e da carreira da eslovena, casada com Trump desde 2005.

De acordo com Harder, Melania exige os veículos publiquem retratações, do contrário, serão processados. O Daily Mail é o que está mais sujeito a sofrer uma condenação, principalmente por ser o primeiro a publicar a matéria. Além disso, nos Estados Unidos, Melania precisaria provar que as afirmações dos veículos são falsas, enquanto no Reino Unido é responsabilidade do jornal provar que são verdadeiras.

(Com EFE)