Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Manifestação é dispersada com violência no Bahrein, opositores feridos

As forças de segurança do Bahrein dispararam balas de borracha nesta sexta-feira para dispersar uma manifestação do Wefaq, principal movimento de oposição xiita, deixando várias pessoas feridas, indicou o grupo.

“O secretário-geral (do movimento), Sheikh Ali Salman, foi atingido por balas de borracha nos ombros e nas costas quando as forças de segurança dispararam contra uma manifestação pacífica em Bilad al-Qadeem”, a três quilômetros da capital, explicou o Wefaq em um comunicado.

Duas outras figuras da oposição xiita, Jawad Fairuz e Hassan al-Marzuq, também ficaram feridas.

“As forças de segurança cercaram a área e perseguiram cidadãos com brutalidade, espancando-os e atirando contra eles”, denuncia o comunicado.

Segundo testemunhas, a polícia usou gás lacrimogêneo, bombas de efeito moral e balas de borracha para dispersar os manifestantes, ferindo várias pessoas.

Na quinta-feira à noite, o Ministério do Interior anunciou ter rejeitado um pedido para que fosse liberada uma manifestação nesta área apresentado pelo Wefaq. O governo justificou que este protesto ameaçaria a segurança e o interesse do povo e advertiu que os infratores seriam punidos.

As manifestações se intensificaram em aldeias xiitas em torno da capital Manama, depois que a dinastia sunita no poder sufocou em março de 2011, com a ajuda de seus poderosos vizinhos, um movimento de contestação liderado pela maioria xiita.

Segundo a Anistia Internacional, pelo menos 60 pessoas foram mortas desde o início dos protestos, em fevereiro de 2011.