Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais um político francês é detido após escândalo sexual

George Tron, que tinha status de vice-ministro, teria agredido três mulheres

O ex-secretário de Estado da Função Pública do governo francês, Georges Tron, foi detido nesta segunda-feira sob acusação de agressão sexual. Três mulheres registraram queixas contra ele. O escândalo veio à tona pouco depois da prisão do ex-diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, que também é francês.

Tron, de 53 anos, cumprirá prisão provisória em uma delegacia de Draveil e deve ser transferido posteriormente à Polícia Judicial de Versalhes, ambas nas proximidades de Paris. Ele será, então, colocado diante de suas três acusadoras para uma acareação, informou uma fonte próxima à investigação.

O político havia renunciado ao cargo de secretário, com status de vice-ministro, no último dia 29, depois que duas ex-funcionárias o acusaram de assédio sexual. Recentemente, uma terceira acusadora, que pediu para não ter seu nome divulgado, registrou queixas contra ele. Tron também ocupava o cargo de prefeito da cidade de Draveil.

Os crimes – O ex-secretário foi acusado de agressão sexual por duas ex-funcionárias municipais de 34 e 36 anos, chamadas na imprensa de Laura e Éloise. Os incidentes teriam ocorrido entre 2007 e 2010, quando ambas trabalhavam para a Prefeitura de Draveil. Os detalhes sobre o terceiro crime do qual que ele é acusado ainda não foram divulgados.

O escândalo de Tron veio a público duas semanas após Strauss-Kahn ser preso em Nova York, acusado de tentar estuprar uma camareira de um luxuoso hotel da cidade.

(Com agências France-Presse e EFE)