Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais de 500 pessoas escapam de navio em chamas no Caribe

O cruzeiro Caribbean Fantasy pegou fogo durante uma viagem e os passageiros foram resgatados pela Guarda Costeira americana

Mais de 500 passageiros e membros da tripulação do cruzeiro Caribbean Fantasy precisaram ser resgatados na quarta-feira, após o navio pegar fogo próximo à costa norte de Porto Rico. A Guarda Costeira dos Estados Unidos conseguiu evacuar a embarcação e salvar os passageiros em botes antes que o fogo se espalhasse.

O incêndio começou na sala de máquinas e chegou a outras partes do navio, mas, por sorte, o cruzeiro estava a pouco mais de 1,6 quilômetros da costa e foi rapidamente atendido pelos serviços de emergência. Dezenas de crianças e adolescentes estavam a bordo do Caribbean Fantasy, que fazia o trajeto entre a República Dominicana e Porto Rico, pois iam participar competições esportivas em San Juan.

Leia também:
Marinha dos EUA batiza navio com nome do ativista gay Harvey Milk
Vídeo: avião vira durante pouso e espectadores salvam piloto
Turbulência em voo nos EUA deixa 24 pessoas feridas

“Parecia um filme”, disse a passageira dominicana Maria Prensa ao jornal The Guardian. “Você entra em pânico quando isso acontece. Imagine estar no meio do oceano e de repente ver fogo”, comentou. Prensa afirmou ter sentido cheiro de fumaça antes de o alarme de emergência tocar, mas foi avisada pela equipe do navio que “tudo estava sob controle”. De acordo com o mecânico Marlon Doblado, a tripulação tentou controlar o fogo por mais de duas horas antes de perceber a magnitude do incêndio.

Segundo o The Guardian, 105 passageiros receberam tratamento e foram liberados após o resgate, a maioria em decorrência de desidratação. Outras 24 pessoas foram hospitalizadas, principalmente por terem se ferido quando desciam pelos escorregadores de emergência até os botes.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Denise Gigante

    Eu não entendo como ainda tem gente que viaja por essa companhia. Eles vivem intoxicando as pessoas e agora esse incêndio.

    Curtir