Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais de 100.000 pessoas morreram em conflito na Síria

Segundo Observatório, número de mortos pode ser o dobro do estimado

Mais de 100.000 pessoas morreram desde o início do conflito na Síria, em março de 2011, informou nesta quarta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH). O grupo, sediado na Grã-Bretanha e que faz oposição ao ditador sírio, Bashar Assad, disse que o número inclui 18.000 combatentes rebeldes e 42.000 soldados e milicianos pró-Assad.

Leia também:

ONU faz pedido recorde de emergência para Síria

Rebeldes sírios dizem ter recebido armas de ‘países irmãos’

Armar rebeldes sírios vai instigar terrorismo, afirma Assad

Entre os mortos estão 36.661 civis, dos quais 5.144 são menores e 3.330, mulheres. Além disso, 2.571 corpos não puderam ter a identidade comprovada. Mesmo com esse saldo alto, o verdadeiro número de mortos deve ser o dobro dessa estimativa, devido ao segredo de ambas as partes em revelar suas baixas, segundo o Observatório.

A Organização das Nações Unidas (ONU) estimou em 13 de junho que pelo menos 93.000 pessoas tinham morrido na Síria desde o início do levantamento contra Assad.

(Com agências EFE e Reuters)