Luto do rei faz roupas pretas sumirem na Tailândia

O governo do país ordenou que todos usem roupas pretas e brancas durante um ano inteiro

A morte do rei Bhumibol Adulyadej, da Tailândia, na quinta-feira 17, levou a uma corrida às lojas para comprar roupas pretas de luto.

O governo declarou luto oficial de um ano e ordenou que todos usem roupas brancas ou pretas durante todo esse período.

Desde um golpe de estado em 2014, a Tailândia é governada por uma junta militar. O rei tem apenas papel decorativo.

 

Leia também:

O futuro rei de cofrinho de fora, entre outras coisas

 

Para impedir que os preços das peças subam “além do razoável”, funcionários do ministério do Comércio foram enviados para inspecionar as lojas e impedir aumentos nas peças pretas e brancas.

Muitas pessoas já estão usando o preto em Bangoc desde a morte do monarca, que estava com 88 anos.

Além da exigência das roupas, todas as atividades ao ar livre nos próximos trinta dias tiveram de ser canceladas.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jorge Luís dos Santos

    O medievalismo não acabou!

    Curtir