Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Le Pen é acusada de plagiar discurso de ex-adversário Fillon

A política de extrema-direita repetiu um trecho de 50 segundos de uma fala do ex-candidato conservador, François Fillon

A candidata da extrema-direita à Presidência da França, Marine Le Pen, foi acusada nesta terça-feira de repetir trechos de um discurso do ex-concorrente François Fillon, derrotado no primeiro turno da eleição. O suposto plágio, porém, foi negado por colegas de partido, com a justificativa de se tratar de “um aceno” aos eleitores do político conservador.

Durante seu discurso de 1º de Maio, Le Pen falou sobre pessoas que aprendem francês na Argentina e na Polônia e sobre as listas de espera para estudar nas escolas oficiais de francês da Aliança Francesa no exterior, uma citação palavra por palavra de uma fala realizada por Fillon em 15 de abril. A candidata acrescentou ao comentário de Fillon que isso mostra que a França é mais do que uma potência militar e industrial e o que o país “pode e deve” voltar a ser uma grande potência.

O plágio foi notado por usuário do Twitter, @RidiculeTV, que publicou uma comparação dois dois trechos nas redes sociais. O assunto se tornou o segundo mais comentado no Twitter na França com a hashtag #plagiat – plágio, em francês.

Embora o discurso tenha causado polêmica na internet, apoiadores de Le Pen afirmaram ter sido uma forma de mostrar que a candidata da Frente Nacional não é uma “sectária”. Além disso, parece uma tentativa de atrair apoiadores de Fillon, que foi derrotado no primeiro turno da eleição, em 23 de abril, ao ficar em terceiro lugar com 20% dos votos. Após a derrota, o conservador incentivou seus apoiadores a votarem no candidato de centro Emmanuel Macron.

As pesquisas eleitorais para o segundo turno são unânimes ao mostrarem Le Pen atrás  por cerca de 20 pontos. A votação decisiva acontece do próximo domingo e a candidata tem menos de uma semana para ampliar sua base eleitoral.

O incidente de plágio lembrou outro ocorrido durante a eleição presidencial norte-americana do ano passado, quando um redator de campanha do então candidato Donald Trump se desculpou por um discurso da esposa do republicano, Melania, que repetia uma fala de Michelle Obama.

Veja também

Ao contrário da equipe do americano, o time de Le Pen não se retratou. Florian Philippot, um vice-líder do partido Frente Nacional, disse que a legenda “admite completamente” o fato de que o discurso lembra um de Fillon. Philippot comentou à Radio Classique que o discurso de Le Pen foi “um aceno” ao de Fillon para “lançar um verdadeiro debate” sobre a identidade francesa. O ex-candidato não comentou o ocorrido.

(Com Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Go Le Pen!

    Curtir

  2. 999justforfun

    Le Pen não é política de extrema-direita, mas politica que está enojada com a carnificina e desgraça humana patrocinada por soros e sua gangue khazarian NWO.

    Curtir

  3. que esforço a imprensa tupiniquim faz pra detonar outro lider de direita….vai gostar de vagabundo esquerdopata la longe…. essa desonestidade ja levou essa revista a perder milhares de assinantes e simpatizantes…. acorda editor….

    Curtir

  4. Le Pen, a vitoriosa futura presidente da FRANÇA, está sendo caluniada pelos esquerdopatas desesperados.

    Curtir